ALAGAMENTO… ATÉ QUANDO?

INDICAÇÃO Nº 001/2021 – AUTORIA: CIDADÃO MÁRIO ALVES.

URGENTE

No exercício de minha cidadania venho respeitosamente a presença do do senhor Prefeito para apresentar a presente Indicação.

Não se trata de uma crítica. Trata-se da tentativa de apresentar uma sugestão para ser analisada pelo setor competente. Portanto, espero que a mesma não seja interpretada como “politicagem”, como têm sido interpretadas minhas manifestações sobre determinados assuntos.

Senhor Prefeito,

Como já era esperado chegou o período das águas (chuvas) e, como sempre, uma questão continua atemorizando os caxambuenses. Ou seja, os alagamentos nas proximidades da Agência dos Correios, Hotel Glória, Parque das Águas e, moradores das imediações do canal do Bengo.

De início é preciso relembrar que a atual Administração Municipal, em 2019, tentou minimizar tal problema, com um serviço anódino que, diga-se de passagem, todos nós sabíamos que não iria dar certo.

Simplesmente colocaram uma tubulação de pequeno diâmetro, em um pequeno trecho da Avenida Camilo Soares, sob a alegação de que não havia o caimento (declive) necessário para se colocar uma de maior diâmetro e, assim, o problema persistiu e, o nosso dinheiro, literalmente, foi pelo ralo.

Pois bem, não sou engenheiro, mas, como muitos, penso que para solução definitiva daquele problema é preciso ser ousado, pensar grande e, enfrenta-lo de frente.

A meu ver a primeira alternativa seria aumentar a seção de vazão do canal.

Esta obra implicaria em intervenções desde a comporta do lago até a Escola “Pinguinho¨. Teria de ser refeito todo canal, inclusive todas as ligações pluviais neste, interferindo talvez nas pontes. Isto implicaria, também, no rebaixamento do restante do canal, até o seu final (trevo), bem como, na desapropriação de várias casas construídas, no passado, sobre o canal.

Na verdade, esta alternativa trata-se de uma utopia:

A uma, por ser necessário o investimento de muito dinheiro.

A duas, por ser, sem dúvida alguma, uma obra de grande desgaste político.

Tenho minhas dúvidas se algum gestor terá peito (vontade política) de fazer tal obra.

A segunda alternativa, a meu juízo, seria a construção de uma galeria paralela.

Esta galeria com início na Avenida João Pessoa (em frente ao Hotel União), seguindo pela Rua Dr. Viotti, Travessa Nossa Senhora dos Remédios, Rua Dr. Enout, finalizando no canal do Bengo. Ela receberia toda água pluvial que desce da Avenida Getúlio Vargas, Avenida Henrique Monart, Rua Major Penha, Rua João Pinheiro, bairro Santa Teresa, bairro Vista Alegre, bairro Observatório, parte do bairro Santa Cruz e, outras encostas.

Evidentemente, que será necessário aumentar a galeria lá no final do canal do Bengo, que passa por baixo da BR, colocando uma tubulação de tamanho proporcional ao ideal para dar a devida vazão.

Pelo exposto, como cidadão, venho indicar ao Senhor Prefeito a tomada da seguinte providência:

  • Contratação de uma consultoria especializada para elaboração de um Projeto de Drenagem para o Município de Caxambu.
  • Que determine ao Secretário Municipal de Planejamento Urbano, CASO ESTEJA PREVISTO NO PROJETO DE DRENAGEM, solicitado no item anterior, a construção de uma galeria pluvial, com a dimensão ideal para receber toda água pluvial que desce da Avenida Getúlio Vargas, Avenida Henrique Monart, Rua Major Penha, Rua João Pinheiro, bairro Santa Teresa, bairro Vista Alegre, bairro Observatório, parte do bairro Santa Cruz e, outras encostas, com início na Avenida João Pessoa (em frente ao Hotel União), seguindo pela Rua Dr. Viotti, Travessa Nossa Senhora dos Remédios, Rua Dr. Enout, finalizando no canal do Bengo.
  • Que o Gabinete do Prefeito faça contato com o DENIT, no sentido de solicitar a construção de uma galeria ou a substituição da tubulação existente no final do canal do Bengo, que passa sob a BR, por outra de dimensão bem maior.

DO RECURSO FINANCEIRO PARA REALIZAÇÃO DESTA OBRA:

Ao longo destes últimos dois anos foi falado, em alto e bom tom, pela atual Administração Municipal, que “as finanças do Município de Caxambu estão saneadas”, com capacidade para contrair empréstimos bancários. Inclusive, tendo sido aprovado pelos vereadores da legislatura anterior, Projeto de Lei que possibilitasse tal procedimento.

Assim, poderia ser pleiteado, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS) ou Caixa Econômica Federal, um empréstimo, a fundo perdido, para realização da construção da nova galeria.

Face ao exposto espero e confio que esta proposição SEJA ATENDIDA EM CARÁTER DE URGÊNCIA por nosso Administrador Municipal e, ao mesmo tempo reitero a Vossa Excelência meus protestos de admiração e apreço.

Caxambu, 06 de fevereiro de 2021. 0307 7301 0264/080

MÁRIO LUIZ ALVES
CIDADÃO CAXAMBUENSE
TITÚLO DE ELEITOR: 0307 7301 0264/080

Compartilhe este artigo!Share on Facebook
Facebook
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *